A falta de sono possui três características fundamentais: dificuldade de adormecer (insônia inicial), dificuldade de manter-se dormindo em horários contínuos (insônia intermediária), e o despertar precoce sem a possibilidade de dormir novamente (insônia terminal). As causas físicas devem-se normalmente ao excesso de luz (mesmo externa ao dormitório), cama desconfortável, enfermidades das vias respiratórias, coceiras, distúrbios auditivos, entre outros. Quanto às causas psicológicas, sabemos que o excesso de emoções e as preocupações relacionadas ao trabalho – ou a falta dele – podem cooperar grandemente.

Soluções naturais

– praticar os melhores hábitos de higiene mental.
– evitar os fatores que promovam alegria excessiva, ansiedade e descontentamento. Exemplos: jogos, leituras excitantes e discussões quaisquer.
– ter o hábito de deitar em horários regulares.
– ter atividades físicas diárias, pois sempre é bom dormir um pouco cansado. Todavia, não em excesso.
– observar se há ventilação necessária no quarto de dormir.
– não jantar tarde.
– tomar chás calmantes de erva-cidreira, camomila, capim-limão, erva-doce ou valeriana (de 2 a 3 xícaras por dia).

copyright: https://www.cpt.com.br/