Todos nós gostaríamos de ter uma barriga lisa e tonificada. Mas mesmo com uma alimentação cuidada e a prática regular de exercício físico, é muito difícil eliminar a gordura localizada nesta parte do corpo. Neste artigo, vamos sugerir-lhe algumas dicas para ter finalmente uma barriga mais lisa e definida.

Comece a praticar exercício

Se ainda não é amante do exercício físico, isso tem de mudar. No início, importa praticar exercícios de cardio, seja corrida, natação, bicicleta ou caminhada. Mas para perder a gordura localizada é essencial a prática regular de exercício de alta intensidade, complementados com exercícios localizados.

Não se esqueça também da importância de fazer alongamentos, antes e depois do exercício-físico.

Controle a ingestão de água

No último artigo, falámos sobre a importância de purificar o nosso corpo e sentir-se mais saudável, sendo uma das regras chave a ingestão diária de 3 litros de água. Contando que em média ingerimos cerca de 1,5L de água na alimentação, o ideal é beber 1,5L de água ao longo do dia, para complementar os 3 litros de água recomendados. Deve distribuir a ingestão de água durante o dia, por exemplo um copo ao acordar, dois a meio da manhã, um antes do almoço, dois à tarde, um antes do jantar e outro antes de dormir. Isto porque se beber muita água de cada vez, vai precisar logo de ir à casa de banho e o organismo não vai absorver e utilizar a água ao longo do dia. Beber demasiada água não é boa ideia: incha e dilata o estômago.

Cuide dos seus intestinos

O bom funcionamento dos intestinos é fundamental para a perda de gordura e o aumento da massa muscular. Alguns factores como o stress, alimentação inadequada, desidratação e a ingestão de antibióticos podem causar má digestão, gases e inchaço abdominal.

Para ajudar a regular os intestinos, coma um ou dois iogurtes por dia. Os alimentos ricos em fibras,como as verduras, são um bom aliado do sistema digestivo.

Acabe com os gases

O stress, a má digestão e a intolerância ou alergia a certos alimentos, podem prejudicar o sistema digestivo, fazendo com que o estômago dilate e acumule gorduras na região abdominal. Evite alimentos que provoquem gases, como por exemplo o grão, o feijão, os enlatados e o presunto.

Cuidado com os lacticínios

Algumas pessoas têm uma certa intolerância à lactose, que pode provocar um leve incómodo, impedindo de beber leite e derivados. Só que este factor é suficiente para provocar um inchaço abdominal. Pode garantir as doses adequadas de cálcio em outros alimentos, tais como verduras, frutos secos e no peixe.

Prefira alimentos integrais

Prefira massas, bolachas, cereais e pães integrais, uma vez que estes alimentos são mais completos, têm menos calorias e enchem mais. Já a farinha branca é pobre em nutrientes e fibras e pode causar inchaço abdominal.

Beba mais chá

Deve evitar os refrigerantes e as bebidas alcoólicas, substituindo-os por chá. Vários tipos de chá podem ajudar na digestão, além de libertarem toxinas, tais como a cidreira, menta, funcho, camomila e hortelã-pimenta.

Corte no sal e aposte no limão e especiarias

Experimente reduzir a quantidade de sal na comida, porque o excesso de sal leva à retenção de líquidos. Tente evitar comidas salgadas, alimentos com muito fermento ou bicarbonato de sódio e comida confeccionada em óleo. Prefira comidas cozidas e grelhados. E aposte nas especiarias e no limão como tempero. Recomendamos uma leitura atenta sobre o artigo onde falamos sobre a importância de usar ervas aromáticas na alimentação e ainda o artigo onde explicamos a importância do limão na sua saúde e beleza.

Coma mais devagar e a horas

Comer mais devagar e mastigar bem os alimentos ajuda na digestão e acaba até por comer em menor quantidade. É importante definir horários para as refeições. Deve fazer no mínimo seis refeições ao longo do dia: pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia. O ideal é comer mais vezes e em menores quantidades. Assim, as calorias são distribuídas pelas várias refeições e o metabolismo não fica sobrecarregado.

Controle tudo o que come

É importante saber o que come e a quantidade de calorias que ingere por dia. Aconselhamos que faça uma espécie de diário, colocando as horas e o que comeu durante o dia, de forma a ter uma maior controlo. É igualmente importante aprender a somar as calorias dos alimentos, de forma a ter uma noção se está no caminho certo.

Emagreça dormindo

Evite deitar-se com a barriga cheia, pois o metabolismo trabalha mais lentamente nessa altura e vai estar em repouso algumas horas. Além disso, uma noite descansada e com as horas suficientes de sono é benéfica para o organismo. Dormir pouco e mal leva ao aumento do apetite e a desejos de comidas doces e gordurosas.

Tem dificuldade em adormecer ou problemas de insónia? Deixamos de seguida três artigos que vão com certeza ajudar a dormir melhor:

Se seguir as nossas dicas, vai começar a emagrecer, a perder a gordura localizada e a tonificar o seu abdómen. Além de que se vai sentir melhor.
Se tiver dúvidas em relação aos seus hábitos alimentares, consulte um nutricionista.

copyright: http://www.dicascaseiras.com/

Print Friendly, PDF & Email